24 de abr de 2012

A dimensão da Cruz na vida dos jovens!

"Os jovens também experimentam a dor física, psíquica, afetiva e social. Muitos desafios, como uma avalanche, envolvem a existência do jovem. Quando o jovem por força divina deixa-se iluminar pelo Espírito Santo, reconhece em sua consciência a miséria humana causada pelo pecado. Diante dessa verdade vivenciada, constatada em seu existir, diz a si mesmo: necessito de salvação, necessito de um Ser livre desta minha condição de miséria que me aponte um novo horizonte, um sentido para viver, que me salve. Em resposta a esse apelo, o mais autêntico da história humana, é que o Cristo vem ao encontro da humanidade, faz-se  um de nós, sofre como nós, morre por amor de nós e ressuscita ascendendo a esperança em nossos corações da vida sem ocaso, da vida eterna. (conf. CDF, instr. Libertatis conscientia, 68) Este processo de conscientização é essencialmente necessário. Sem isso a conversão, o seguimento a Cristo, não pode ser autêntico. Somente com a consciência de que se é limitado que o jovem renuncia as suas certezas, seus ímpetos, seus desejos... toma a sua cruz do dia-a-dia e segue a Jesus (Mt 16,24). Reconhece que no querer do Mestre está a sua realização, na promessa do Mestre está a sua esperança de vida eterna. Não há outro caminho senão este: associar a sua cruz a Cruz do Cristo."

 Dom Antonio Carlos Altieri, bispo de Caraguatatuba e bispo referencial da juventude da Regional Sul 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário